Português do Brasil

Sejam bemvindas/-os no Projeto de Intercâmbio de Equipes de Pesquisas Internacionais de Marie Curie – União Europeia FP7 (IRSES).

Um grupo de 5 cientistas des universidades internationais visitarão a PUC de Março a Junho de 2013 e em fevereiro de 2014, assim como  5 colegas da PUC/SP desfrutarão de bolsas de estudos para visitantes nestas universidades. Veja: http://digitmedbr.wordpress.com

Universidades: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Universidade de Creta, Grécia, Instituo de Educação de Londres/ Universidade de Londres, Universidade Estadual de Psicologia e Educação de Moscou, Universidade Livra de Berlin, Universidade Jawaharlal Nehru

O tema deste projeto está descrito a seguir:

Perspectivas Globais sobre Aprendizagem e Desenvolvimento com Mídia de Edição de Vídeos Digitais (Digital Video-Editing Media): Uma investigação qualitativa na vida cotidiana de jovens marginalizados 

O intercambio diz respeito às dimensões sociais, culturais, educacionais, e analíticas de mídias que envolvem a prática da mídia digital com ênfase nos aparelhos utilizados para capturar, editar e divulgar dados em forma de vídeos. Os objetivos do projeto envolvem o desenvolvimento de uma metodologia inovadora para os estudos interdisciplinares e comparativos interculturais de mídias digitais emergentes e práticas tecnológicas, com atenção especial às vozes e perspectivas dos jovens envolvidos nesta pesquisa.
O projeto possibilitará uma construção mais completa e criativa de:

  • uma sinergia de pesquisa sólida entre as tradições Alemã e Indiana acerca de pesquisas antropológicas e sociológicas sobre a juventude;
  • conhecimentos britânicos sobre análise de mídia (multimodalidade);
  • pesquisas brasileiras e gregas sobre a juventude;
  • teorias de aprendizagem russas.

Os instrumentos teóricos e metodológicos existentes partem de:

  •  Psicologia pós-vygotskiana e teoria da aprendizagem
  •  Análise multimodal
  •  Pesquisa antropológica que será testada e, futuramente, desenvolvida.

Planejou-se uma pesquisa etnográfica de pequena escala para jovens entre 16 e 21 anos que moram em regiões urbanas marginalizadas de Atenas, New Delhi e São Paulo com o objetivo de possibilitar a criação de uma pesquisa de grande escala  em um futuro próximo. Atividades complementares como workshops, educação colaborativa e publicações e apresentações coletivas expandirão e intensificarão as parcerias de pesquisa existentes no momento. DIGIT-M-ED, então, facilitará o desenvolvimento de uma rede internacional de pesquisa produtiva e sustentável que investigará como a mídia digital e tecnologias transformam as vidas cotidianas e afetam o desenvolvimento dos jovens no norte e sul da Europa, Brasil, Rússia e Índia nos próximos anos.

Para maiores informações, favor entrar em contato com Fernanda Liberali pelo email: liberali(a)uol.com.br  ou  fcliber(a)terra.com.br